World Rugby Laws - World Rugby's Law Education Web Site: Lei 6: Oficiais de partida
Laws have moved to: www.world.rugby
    6 Oficiais de partida

      Princípio

      Toda partida está sob condução de oficiais de partidas, que incluem o árbitro central e dois árbitros de linha ou árbitros auxiliares. Pessoas adicionais, conforme autorizado pelos organizadores da partida, podem incluir o árbitro reserva e/ou árbitro auxiliar reserva, o árbitro de vídeo, o cronometrista, o médico da partida, os médicos das equipes, os membros da equipe que não jogam e gandulas.

      Árbitros auxiliares e juízes de linha são responsáveis por sinalizar saídas pela lateral, saídas pela lateral do in-goal, e o sucesso ou não de tentativas de chutes aos postes. Adicionalmente, árbitros auxiliares assistem o árbitro conforme dirigido pelo mesmo.

      Designação do árbitro

    1. O árbitro é designado pelo organizador da partida. Se nenhum árbitro tiver sido designado, os dois times devem entrar em acordo quanto ao árbitro a ser designado. Se os times não conseguirem chegar a um acordo, o time da casa indicará um árbitro.
    2. Se o árbitro não conseguir completar a partida, o árbitro reserva é designado de acordo com as instruções do organizador da partida. Se o organizador da partida não tiver deixado instruções, o árbitro indicará um substituto. Se o árbitro não puder fazê-lo, o time da casa designará um substituto.
    3. Atribuições do árbitro antes da partida

    4. O árbitro organiza o sorteio. Um dos capitães joga a moeda e o outro escolhe cara ou coroa. O vencedor do sorteio decide se quer o chute de saída, ou escolher um lado do campo. Se o vencedor do sorteio decidir escolher um lado, o adversário precisa fazer o chute de saída, e vice-versa.
    5. Os oficiais de partida devem inspecionar a vestimenta e as travas das chuteiras dos jogadores para garantir a conformidade com a Lei 4.
    6. Atribuições do árbitro durante uma partida

    7. Dentro do perímetro de jogo:
      1. O árbitro é o único juiz de fato e lei durante uma partida. O árbitro deve aplicar as leis do jogo de forma justa em toda partida.
      2. O árbitro controla o tempo de jogo. No entanto, o organizador da partida pode designar um cronometrista que irá identificar o final de cada tempo.
      3. O árbitro cuida do placar.
    8. O árbitro permite o acesso à área de jogo para jogadores e substitutos, quando seguro.
    9. O árbitro dá permissão para os jogadores deixarem a área de jogo.
    10. O apito

    11. O árbitro carrega um apito e o toca:
      1. Para indicar o começo e o final de cada tempo da partida.
      2. Para parar o jogo. O árbitro tem o poder de parar o jogo a qualquer momento.
      3. Para indicar a marcação de pontos ou um touchdown.
      4. Para advertir ou expulsar um jogador infrator, e uma segunda vez quando o penal ou penal try for concedido.
      5. Quando a bola se torna morta, exceto se após um chute de conversão mal sucedido.
      6. Quando a bola torna-se impossível de jogar.
      7. Quando um penal, free-kick ou scrum é concedido.
      8. Quando seria perigoso deixar o jogo continuar, ou quando suspeita-se que um jogador tenha se lesionado seriamente.

      A bola torna-se morta

    12. O árbitro considerará que a bola está morta quando:
      1. A bola tiver saído pela lateral ou pela lateral do in-goal.
      2. A bola for apoiada no in-goal.
      3. Tiver havido uma tentativa de conversão.
      4. Um try, conversão de penal ou drop-goal tiver sido marcado.
      5. A bola ou portador da bola toca a linha de bola morta ou qualquer coisa para além da linha.
      6. A bola atinge qualquer coisa acima da área de jogo.

      A bola ou portador da bola toca o árbitro ou um não-jogador

    13. Se a bola ou portador da bola tocar o árbitro ou outro não-jogador e nenhum do time ganhar vantagem, o jogo continua. Se qualquer um dos times ganhar alguma vantagem no campo de jogo, concede-se um scrum ao time que estava com a bola por último.
    14. Se o portador da bola tocar o árbitro ou outro não-jogador no in-goal e qualquer um dos times levar vantagem:
      1. Se a bola estiver em posse de um jogador do time atacando, o árbitro concede um try onde o contato com a bola tiver ocorrido.
      2. Se a bola estiver em posse de um jogador do time defendendo, o árbitro concede um touchdown onde o contato com a bola tiver ocorrido.
    15. Se a bola for tocada pelo árbitro ou por outro não-jogador no in-goal, o árbitro deve julgar o que teria acontecido na sequência, e concede um try ou um touchdown no local onde o contato com a bola ocorreu.
    16. Interação entre o árbitro e árbitros auxiliares/juízes de linha

    17. O árbitro pode se consultar com árbitros auxiliares sobre questões relacionadas às suas atribuições, à lei relacionada a jogo sujo e para checar o tempo, e pode solicitar assistência relacionada a outros aspectos das funções da arbitragem.
    18. O árbitro pode alterar uma decisão após um juiz de linha ou árbitro auxiliar erguer a bandeira para sinalizar uma saída pela lateral, saída pela lateral do in-goal, ou após um árbitro auxiliar ter sinalizado a ocorrência de jogo sujo.
    19. Árbitro de vídeo/teste global da lei

    20. Um organizador de partida pode designar um árbitro de vídeo (TMO), que usa dispositivos tecnológicos para esclarecer situações relacionadas:
      1. Ao apoiar da bola no in-goal.
      2. A possíveis saídas pela lateral ou pela lateral do in-goal no ato de apoiar a bola no in-goal, seja para marcar um try ou para matar a bola.
      3. A dúvidas quanto a um chute aos postes ter ou não sido bem sucedido.
      4. A infrações que os oficiais de partida acreditam que possam ter ocorrido na área de jogo, que resultaram em um try, ou impediram que um try fosse marcado.
      5. A jogo sujo, incluindo sanções.
    21. Qualquer um dos oficiais de partida, incluindo o TMO, pode recomendar uma revisão pelo TMO. As revisões acontecerão de acordo com o protocolo de TMO, disponível em:
      https://laws.worldrugby.org/downloads/TMO_Trial_From_January_2019_EN.pdf
    22. Atribuições do árbitro após uma partida

    23. O árbitro comunica o placar final aos times e ao organizador da partida.
    24. Se um jogador foi expulso, o árbitro apresenta ao organizador da partida um relatório escrito sobre a infração de jogo sujo assim que possível.
    25. Designação e controle de árbitros auxiliares e juízes de linha

    26. Há dois árbitros auxiliares ou dois juízes de linha para cada partida. A menos que tenham sido designados por ou sob a autoridade do organizador da partida, cada time deve providenciar um juiz de linha.
    27. O organizador da partida pode nomear uma pessoa para atuar como substituto dos árbitros auxiliares ou juízes de linha. Esta pessoa será chamada de árbitro auxiliar reserva ou juiz de linha reserva, e estará situada no perímetro adjacente à área de jogo.
    28. O árbitro tem controle sobre os árbitros auxiliares ou juízes de linha. O árbitro pode passar a eles quais serão suas atribuições, e pode indeferir suas decisões. Se um juiz de linha for insatisfatório, o árbitro pode solicitar que o mesmo seja substituído. Se o árbitro acreditar que um juiz de linha seja culpado de má conduta, o árbitro tem o poder de expulsar o juiz de linha em questão, e reportar ao organizador da partida.
    29. Durante a partida

    30. Há um árbitro auxiliar ou juiz de linha em cada lado do campo. O árbitro auxiliar ou juiz de linha permanece fora do campo, exceto quando julgando um chute aos postes. Quando os árbitros auxiliares estão julgando um chute aos postes, eles ficam dentro do in-goal, atrás dos postes.
    31. Um árbitro auxiliar pode adentrar a área de jogo para reportar um lance de jogo sujo. Isso pode ser feito somente no momento seguinte de jogo parado e quando permitido pelo árbitro.
    32. Sinais

    33. Cada árbitro auxiliar ou juiz de linha carrega uma bandeira ou objeto similar com o qual sinaliza decisões.
    34. Sinalizar o resultado de chutes aos postes: um árbitro auxiliar ou um juiz de linha fica adjacente a, ou atrás de cada poste. Se a bola passar por cima do travessão e entre os postes, eles erguem as bandeiras para indicar que o chute foi bem sucedido.
    35. Sinalizado saída pela lateral:
      1. Quando a bola ou portador da bola tiver saído pela lateral ou lateral do in-goal, o árbitro auxiliar ou juiz de linha deve erguer a bandeira.
      2. O árbitro auxiliar ou juiz de linha fica no local de cobrança de lateral e aponta para o time que terá o direito a lançar a bola.
      3. Quando a bola é lançada, o árbitro auxiliar ou juiz de linha abaixa a bandeira, exceto:
        1. Se o jogador a lançar a bola colocar qualquer parte de qualquer um dos pés no campo de jogo.
        2. Se o time não intitulado a lançar a bola tiver efetuado o lançamento.
        3. Quando, em uma cobrança rápida de lateral, a bola que tiver saído pela lateral for substituída por outra bola ou, após ter saído, ela tiver sido tocada por qualquer um exceto o portador da bola que a levou para fora pela lateral ou o jogador que fez o lançamento.
      4. Cabe ao árbitro, e não o árbitro auxiliar ou juiz de linha, decidir se a bola foi lançada a partir do local correto.
    36. Sinalizando jogo sujo:
      1. O organizador da partida pode dar autoridade para o árbitro auxiliar sinalizar a ocorrência de jogo sujo.
      2. Um árbitro auxiliar sinaliza ter visto jogo sujo ou má conduta segurando a bandeira horizontalmente, apontando-a para dentro do campo perpendicularmente à linha de lateral.
      3. Se um árbitro auxiliar sinaliza jogo sujo, deve permanecer fora pela lateral e continuar com suas atribuições até a próxima vez que o jogo parar.
      4. Se convidado pelo árbitro central, o árbitro auxiliar pode então adentrar o campo de jogo para reportar a infração ao árbitro. Este, então, tomará a atitude apropriada.
      5. Se o relato verbal do árbitro auxiliar ao árbitro central resultar na expulsão de um jogador, o árbitro auxiliar deve submeter um relatório escrito sobre o incidente ao árbitro o mais rápido possível após o final da partida, e o árbitro o apresenta ao organizador da partida.

      Pessoas adicionais

    37. Provedores de primeiros socorros e o staff de atendimento médico à beira do campo podem entrar na área de jogo para atender jogadores lesionados ou contundidos a qualquer momento, desde que seja seguro fazê-lo.
    38. As pessoas seguintes podem entrar na área de jogo sem a permissão do árbitro nas seguintes situações, desde que não interfiram no jogo ou façam quaisquer comentários aos oficiais de partida.
      1. Carregadores de água quando o jogo estiver parado devido a uma lesão em um jogador, ou quando um try tiver sido marcado.
      2. Uma pessoa carregando um tee após um time ter indicado sua intenção de tentar um chute aos postes, ou quando um try tiver sido marcado.
      3. Treinadores ao encontro de suas respectivas equipes no meio-tempo.
    39. A gestão das substituições pode ser delegada aos gerentes de lateral designados pelo organizador da partida. Informações relativas à gestão das laterais estão disponíveis em: http://officiating.worldrugby.org